top of page

Escaneamento 3D para engenharia reversa

A digitalização 3D é um procedimento que permite obter arquivos digitais a partir de objetos físicos e transferir os dados da imagem para um programa de modelagem 3D.
Escaneamento 3D

A digitalização 3D ou escaneamento 3D para engenharia reversa é um mundo desconhecido para você?

A digitalização 3D é um procedimento que permite obter arquivos digitais a partir de objetos físicos e transferir os dados da imagem para um programa de modelagem 3D.

Dessa forma, a criação da representação tridimensional de um objeto pode ser realizada a partir do zero, com a ajuda de um Scanner 3D e um software de modelagem 3D.

Portanto, vale a pena continuar a leitura e ficar antenado com esse mundo 3D!


Serviço de Escaneamento 3D para engenharia reversa

O escaneamento 3D ou digitalização 3D é uma ferramenta extremamente útil para os profissionais desses segmentos como:

  • Indústria aeronáutica;

  • Indústria automobilística;

  • Cuidados dentários;

  • Joias;

  • Video Games;

  • Cinema;

  • Efeitos especiais ou de animação.


Como funciona o serviço de escaneamento 3D?

O escaneamento 3D é uma técnica que permite capturar a forma de um objeto utilizando um scanner 3D.

Ou seja, consiste em analisar um objeto físico e coletar as informações permitindo assim a reconstrução digital desse objeto.

O resultado obtido é um arquivo 3D que pode ser armazenado, editado e mesmo impresso em 3D.

O scanner ótico é o mais utilizado, que consiste em capturar digitalmente a forma do objeto com a ajuda de um laser a fim de obter a representação digital do objeto real.


Onde o escaneamento 3D pode ser aplicado?

O escaneamento 3D ou tridimensional é amplamente utilizado em:

  • Engenharia industrial;

  • Medicina;

  • Arquitetura;

  • Arqueologia.

Por exemplo, na arquitetura, o scanner 3D pode ser utilizado para analisar e produzir dados que serão explorados para a elaboração de uma maquete digital.

Já em arqueologia, os scanners 3D são atualmente usados em museus para digitalizar ou até fazer uma réplica ou a restauração de peças arqueológicas.


Em quais produtos a digitalização 3D pode ser aplicada?

Antes de mais nada, saiba que a digitalização 3D está mais popular do que nunca, e empresas do mundo inteiro adotam essa tecnologia polivalente para maximizar sua produtividade, evitar desperdícios e criar novos produtos.

Em relação aos produtos em que a digitalização 3D pode ser aplicada, podemos destacar:

  • Calçados;

  • Brinquedos;

  • Eletrodomésticos;

  • Peças plásticas e borracha;

  • Móveis;

  • Peças de automóveis;

  • Fundição;

  • Produtos odontológicos.


O que faz um scanner 3D?

O princípio básico de um scanner 3D é capturar os dados de um objeto, um ambiente, um indivíduo ou um animal.

Portanto, é uma ferramenta que captura as informações do mundo real e permite obter imagens foto realistas em 3D precisas e completas.

Alguns scanners são capazes de capturar mais volume, dimensões e cores. Vale lembrar que a cor de uma superfície escaneada em 3D é chamada de textura.

Dessa forma, um scanner 3D é capaz de dar inúmeras informações sobre uma peça ou a forma como ela foi concebida.

Saiba que a digitalização 3D pode ser uma técnica mais rápida e mais simples para criar um modelo 3D para uma impressão 3D se você deseja simplesmente recriar um objeto existente.

Uma vez que você tem seu modelo 3D, poderá fazer as alterações necessárias, e isso pode ser uma excelente base para iniciar seu projeto.


Escaneamento 3D industrial

O escaneamento 3D industrial é uma tecnologia avançada que revolucionou a forma como os processos industriais são conduzidos.

Com sua capacidade de capturar detalhes minuciosos e criar modelos digitais precisos de objetos físicos, o escaneamento 3D industrial tem se tornado uma ferramenta indispensável para diversas indústrias, desde a manufatura até a engenharia.

Essa técnica utiliza dispositivos especializados, como scanners a laser ou câmeras 3D, para digitalizar objetos tridimensionais em alta resolução.

O processo começa com a aquisição de dados através do escaneamento direto do objeto ou de sua projeção com feixes de luz.

Esses dispositivos capturam informações detalhadas sobre a geometria, forma, textura e cor do objeto, criando uma nuvem de pontos ou malha tridimensional.

Uma das principais aplicações do escaneamento 3D industrial é a engenharia reversa.

Por meio da digitalização precisa de peças ou componentes existentes, as empresas podem criar modelos virtuais completos que servem como base para projetos de modificação, melhoria ou replicação.

Isso acelera o processo de design e reduz o tempo e os custos envolvidos na fabricação.





12 visualizações0 comentário

Bình luận


bottom of page