5 DICAS PARA REDUÇÃO DE CUSTOS INDUSTRIAIS SEM IMPACTAR A QUALIDADE DO PRODUTO FINAL


Melhorar a gestão de custos na indústria é um desafio diário para quem quer se tornar mais competitivo no mercado. Porém, reduzir custos sem comprometer a qualidade pode ser ainda mais difícil. A resposta para esse dilema temos na ponta da língua: inovação. É inegável que migrar para modelos que contemplem a indústria 4.0 é mais do que necessário, é urgente. Inclusive, há diversos debates e iniciativas governamentais de fomento para a migração de tecnologia.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) destaca as iniciativas relacionadas à indústria 4.0 como prioritárias. Segundo o que disse o diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI, Carlos Abijaodi, neste artigo publicado no site da CNI, “Nossa expectativa é que com o avanço da Indústria 4.0 no Brasil, o país aumente sua inserção nas cadeias globais de valor e eleve sua participação no comércio mundial de bens e serviços.”

É incontestável que a fala do diretor está correta. No entanto, você já parou para pensar se a sua indústria está pronta para receber tamanha inovação? Muitas vezes, organizar alguns processos é necessário mesmo antes de começar a implantar a tecnologia. Promover essas mudanças já traz tantos benefícios que a indústria 4.0 virá como um complemento. Por isso, se a realidade da indústria do futuro ainda está longe da sua, ou mesmo se já há planos para a implantação de algumas ferramentas, observe como está a gestão de custos com os recursos que você já possui.

Como melhorar a gestão de custos agora mesmo?

Pare e pense: você conhece os pontos fracos e fortes da sua indústria? Se a resposta é sim, estamos no caminho certo para melhorar a gestão de custos. Mas se a resposta é não, observe atentamente e faça um levantamento a respeito. Na melhoria da gestão, alguns detalhes podem fazer a diferença, por isso a necessidade de realizar um ajuste amplo, em diversos setores. Veja algumas dicas:

1) Realinhar gestão de insumos e desperdícios

Muitos dos problemas relacionados à gestão de custos começa na base. O gerenciamento de insumos, a lista de fornecedores e os desperdícios de material podem estar jogando fora o seu dinheiro. Reveja com atenção se os seus fornecedores são mesmo os mais adequados e observe se há maneiras de usar menos matéria-prima sem comprometer o resultado final. Há indústrias que economizam milhões somente revendo esse tipo de processo.

2) Rever o Layout Fabril

A forma com a qual as máquinas estão dispostas dentro do chão de fábrica, o layout fabril, podem fazer muita diferença no número de peças produzidas ao dia. Cada segundo perdido com um entrave na integração entre as máquinas pode representar perdas em relação a números, no final das contas. Observe se há esse tipo de dificuldade e reveja a disposição dos equipamentos, se necessário.

3) Coordenar a manutenção programada de equipamentos

Algum equipamento industrial seu já falhou justamente quando a empresa mais precisava dele? Grandes demandas costumam gerar sobrecarga, mas é nesses momentos que os equipamentos precisam estar em pleno funcionamento. Como não é tão fácil prever quando será feito um grande pedido, que tal programar a manutenção dos equipamentos? Assim, eles estarão sempre em dia para quando precisarem ser demandados fortemente. Fazendo isso, as chances de quebrarem em um momento inoportuno diminuem.

4) Investir em gestão de pessoas

A qualidade de vida dos funcionários e consequentemente o rendimento deles na indústria fazem a diferença na gestão de custos. Por isso, é necessário investir no departamento de gestão de pessoas. Algumas empresas estão tão focadas em entregar o melhor produto, realizar os processos de forma mais rápida e eficaz, e esquecem que muitas tarefas dependem da satisfação do funcionário. Um ambiente ruim, por exemplo, não costuma ter retenção de funcionários. Com equipes que mudam o tempo todo, é preciso continuamente ensinar a realizar o serviço, o que não é vantajoso para a eficiência dos processos.

5) Planejar os próximos passos

Como falamos no início do texto, o futuro da indústria depende da modernização de processos rumo à indústria 4.0. Você está preparado para isso? Mesmo que essa ainda não seja a sua realidade, é interessante planejar-se e realizar, mesmo que aos poucos, ações para a chegada da nova tecnologia. Com esse cronograma, sua empresa não será pega de surpresa e nem “ engolida” por concorrentes mais preparados tecnologicamente.

Precisa de ajuda para realizar esses passos?

A otimização da gestão de custos começa com uma análise geral dos pontos fortes e fracos da sua indústria. Não existe fórmula mágica. Cada realidade precisará de ajustes específicos, por isso talvez seja necessária a contratação de um especialista. A CERTI realiza esse serviço em diversos clientes para verificar o que pode ser melhorado a curto, médio e longo prazos. Só assim é possível traçar metas e um plano delineado para implantação de novas tecnologias que estão por vir. Nessas análises, são observados os pontos citados anteriormente e também outros, a depender da necessidade.

Bárbara Dias

Fundação CERTI

Outros posts >>

#reduçãodecustos #qualidade #indústria40

35 visualizações

(11) 9.8807-7624                      (11) 9.7434-1002       

projetosestampos@gmail.com  |  São Paulo-SP 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now